BM cria grupo especial para combater irregularidades no trânsito torrense

Na quarta-feira (02), primeiro dia de ação do grupo em Torres, foram 20 autos de infração e remoções de veículos realizadas

3 de Janeiro de 2018

 

Se houve muita alegria e comemoração, um dos pontos negativos relacionado ao grande movimento da festa do ano novo em Torres foi a falta de respeito aos locais de estacionamento. Na noite de 31 de janeiro de 2017, por várias ruas da cidade, observaram-se motoristas que estacionaram seus veículos sobre os canteiros centrais, irregularmente. A situação foi ainda mais extrema na Praça Getúlio Vargas, em frente a Igreja Santa Luzia e a Delegacia de Policia Civil: o interior da praça central de Torres ficou tomada por carros, o espaço público tornou-se literalmente em um grande estacionamento. A irregularidade era gritante e intensa principalmente na hora que  antecedeu a virada do ano, mas por volta das 3h da manha do dia 1° ainda haviam muitos carros lá estacionados, em meio a uma praça judiada pelas rodas dos veículos. Um monumento feio de uma irregularidade que, ano após ano, é silenciosamente aceita em meio a multidão que se espalha por Torres no último dia do ano.

Considerando a constatação destas e de outras irregularidades no trânsito, a Brigada Militar de Torres decidiu, já nestes primeiros dias do ano, realizar uma operação especial. Foi instituído um grupo de trânsito (GTran) com foco em atuar diante de situações que prejudicam o trânsito em Torres.

No dia 02 de janeiro (02), primeiro dia de ação deste grupo, realizando abordagens e fiscalização, a BM alcançou os seguintes resultados: 08 AIT (Autos de Infração de trânsito) por ‘Estacionar junto ao canteiro central’. 05 AIT por estacionar em faixa de pedestre; 03 AIT por estacionar em vaga de idoso ou deficiente; 02 AIT estacionar em local de auxílio de carga e descarga; 01 AIT estacionar em local de embarque e desembarque em coletivo; 01 AIT por estacionar em local proibido.

“Foram 20 AIT no total e outras 04 Remoções –  sendo que em seis oportunidades os condutores chegaram aí veículo antes de ser feita a remoção. O tempo médio do comparecimento do CRF Detran ao local de remoção ficou em torno de 50min”, salientou o comandante da BM de Torres, Fábio Hax Duro.


Publicado em: Geral






Veja Também





Links Patrocinados