Assinar do jornal impresso? Clique aqui.
Torres, RS, 30 de Abril de 2017.

Torres na mídia: comerciais levam imagem da mais bela praia gaúcha para além das fronteiras
Seg, 08 de Agosto de 2016 23:28

Parque da Guarita (foto) é o cenário que mais chama atenção das produtoras  

Por Maiara Raupp
_______________


Não é a toa que Torres é considerada a mais bela praia gaúcha. Seu cenário ímpar - com padrão estético que valoriza as belezas naturais, misturando mar, rochas e verde nativo - chama a atenção de todos que a visitam e, ultimamente, tem sido muito procurada por divesas produtoras de comerciais nacionais.
Um levantamento feito pelo jornal A FOLHA  junto à Prefeitura Municipal de Torres apontou que, entre 2015 e 2016, foram produzidos nove propagandas de TV utilizando o Parque da Guarita, além de duas campanhas publicitárias impressas. Dentre elas, empresas nacionais de peso como O Boticário, Vivo, Natura, Bradesco, C&A, dentre outras.
De acordo com o publicitário da Prefeitura Municipal, Fernando Nery, a veiculação da imagem de Torres é motivo de orgulho para as pessoas que conhecem a cidade e a reconhecem em determinado comercial. “Geralmente as pessoas ficam lisonjeadas e de certa forma sentem-se fazendo parte da história deste comercial”, afirmou Fernando.
Outro ponto destacado pelo publicitário é o ganho para a cidade no sentido de fazer parte de um padrão estético de alto nível. “Novos investimentos podem surgir no município, tanto de produtoras querendo usar o cenário de Torres em outras propagandas como de destino turístico para aquelas que as identificam, já que não é exibido para o grande público o nome do local onde foi produzido”, explicou Fernando.
A “viralização” do comercial pela internet, principalmente pelas redes sociais, é outro fator que deve ser levado em conta segundo o publicitário. “A rede social é um meio por onde a multiplicação da informação pode ser mensurada, mesmo que o retorno imediato não seja tangível. As redes têm papel muito importante na divulgação da cidade como ponto turístico. Quando alguém compartilha a propaganda e identifica o cenário, outras pessoas conhecem o local, isso tem potencial para gerar um desejo pelo destino, seja na forma de turismo, investimento, fotográfico ou ainda de novos comerciais”, completou ele.

 

Valorização da imagem, mas baixo retorno financeiro 

Infelizmente não se tem as ferramentas necessárias para mensurar efetivamente quais são os benefícios financeiros que a utilização do cenário para gravações comerciais traz para a cidade. No entanto, as empresas pagam uma taxa de uso público que equivale a R$ 0,50 UFM (Unidade Fiscal Municipal) por metro quadrado utilizado, o que equivale, aproximadamente, a R$ 110 por cada comercial - um valor bastante baixo em relação aos altíssimos custos de produção e divulgação televisiva desses comerciais.
“Promover a divulgação imediata de Torres por meio dos comerciais realizados na cidade é um dos anseios, onde toda a comunidade sairia ganhando. A iniciativa pode ser viabilizada por uma legislação municipal criada a partir de ações como esta do jornal A FOLHA em trazer o tema para debate”, concluiu o publicitário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner