Assinar do jornal impresso? Clique aqui.
Torres, RS, 26 de Abril de 2017.

Proprietário de mercado é preso e uma tonelada e meia de carnes impróprias são apreendidas em Torres
Seg, 20 de Fevereiro de 2017 19:39

 

Carne apreendida- Foto: Polícia Civil

 

FONTE: Amanda Xavier (DECOM/ DEIC) 

 

 

Nesta segunda-feira (20), policiais da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, Saúde Pública e Propriedade Imaterial (DECON/DEIC), em conjunto com o Ministério Público Estadual, Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação e Vigilâncias Sanitárias Municipal e Estadual, em continuidade à Força Tarefa Segurança Alimentar, fiscalizaram cinco estabelecimentos comerciais em Torres. O proprietário de um dos estabelecimentos (Mercado JR, no Campo Bonito) foi preso em flagrante e mais de uma tonelada e meia de carnes impróprias foram apreendidas.

Segundo o delegado Daniel Mendelski, o proprietário mantinha a carne em depósito e distribuía produtos impróprios para consumo, parte deles sem procedência comprovada, especialmente carne bovina. Também teria sido encontrada grande quantidade de produtos expostos à venda com a data de validade expirada.

De acordo com o delegado Sander Cajal, diretor de investigações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), a ação faz parte da Força-tarefa Segurança Alimentar que combate a venda aos consumidores de produtos e mercadorias impróprias para o consumo humano.

No interior do estabelecimento inspecionado, foram verificadas diversas irregularidades na armazenagem dos produtos que se destinavam ao consumo da população de Torres. A Vigilância Sanitária Municipal procedeu à inutilização das peças de carne impróprias para o consumo humano, bem como, interditou o estabelecimento comercial até que as irregularidades apontadas sejam sanadas.

O proprietário do estabelecimentos foi autuado em flagrante e, após o cumprimento dos procedimentos legais, será encaminhado ao sistema prisional. 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner