Operações transferem presos e desarticulam ações de grupos criminosos na penitenciária de Osório

Agentes penitenciários realizaram, na última sexta-feira (26), a operação Vento Norte VI. Já na segunda (29), um agente penitenciário foi afastado por conduta ilícita no presídio

29 de Maio de 2017

Agentes penitenciários realizaram, na última sexta-feira (26), a operação Vento Norte VI, em celas do Módulo 4 da Penitenciária Modulada Estadual de Osório. A ação iniciou às 5h da manhã e teve objetivo de manter a ordem e desarticular possíveis ações de grupos criminosos. “Estamos desarticulando condutas ilícitas, mostrando um Estado atuante no combate ao crime de dentro das cadeias”, informou o delegado penitenciário regional da 1ª (Vale dos Sinos e Litoral), Sandro de Oliveira.

As operações são coordenadas pelo Departamento de Segurança e Execução Penal (DSEP) e ocorrem em todas as nove regiões e casas especiais, aleatoriamente. Conforme o diretor do DSEP, Angelo Carneiro, a ação retirou possíveis materiais ilícitos, identificou lideranças negativas e ainda transferiu apenados para outras casas prisionais.

Os trabalhos são desenvolvidos em conjunto com as agências da Divisão de Inteligência Penitenciária (DIPEN), Grupo de Ações Especiais (GAES), agentes penitenciários das casas prisionais e contam também com o apoio das demais vinculadas da SSP.

 

Agente penitenciário afastado por conduta ilícita

 

E dando continuidade as ações na Modulada de Osório (que segue interditada por excesso de presos), uma operação da Corregedoria Geral dos Serviços Penitenciários (Susepe), Polícia Civil e Brigada Militar flagrou, nesta segunda-feira (29), um agente penitenciário da Modulada de Osório com cinco tijolos da droga, cinco celulares, duas garrafas de bebida alcoólica. O material foi encontrado no armário do alojamento do servidor.Segundo a investigação, ele é suspeito de vender celulares e as drogas para apenados.

Angelo Carneiro, diretor do DSEP, afirmou que o monitoramento deste servidor já ocorria há algum tempo. ”Não admitimos qualquer conduta ilícita de servidor e seremos firmes no combate à corrupção”. Conforme Carneiro, uma atitude criminosa de um agente não pode macular toda uma categoria de trabalhadores que age com probidade e decoro”, informou.O servidor foi detido e conduzido até a Polícia Civil de Osório para registro do flagrante.

 


Publicado em: Policial






Veja Também





Links Patrocinados