RECLAMAÇÕES NA PRAIA PARAÍSO: proprietários demandam mais ação da prefeitura junto ao balneário

Leitores do jornal A FOLHA reclamam que há anos há muitas promessas e pouca atenção pública junto a Praia Paraíso

Em dias de chuva, rua Vacaria (foto) fica difícil de se transitar
14 de Fevereiro de 2018

Nessa última semana, o jornal A FOLHA recebeu, por vias diferentes, dois relatos questionadores enviados por proprietários de imóveis na Praia Paraíso, balneário localizado na extremidade sul de Torres. Ambos cidadãos tinham como motivação alertar o que consideram um longo descaso, de muitos anos, da Prefeitura de Torres quanto a infraestrutura e boa manutenção das praias do sul da cidade – e em especial a Praia Paraíso.
Ademar Mussoi se posiciona cobrando os “Direitos de um cidadão que paga os impostos rigorosamente em dia”. Ele é proprietário de imóvel na Rua Vacaria, o qual comprou a cerca de 5 anos, e alerta que nesses anos nenhum serviço de manutenção, capina ou limpeza foi efetuado naquela rua da Praia Paraíso – sendo que, segundo vizinhos, essa situação já persiste há muito mais tempo. “Cheguei a efetuar um pedido diretamente no site da prefeitura, há mais ou menos 1 ano atrás, e a resposta foi uma promessa foi de que iriam tomar providências – promessa que nunca foi cumprida”. Enquanto isso, a rua em questão sofre com várias mazelas, como os severos acúmulos de água nos dias de chuva.
Ademar ressalta que são várias as reclamações no balneário onde possuí residência: “A falta de cuidados públicos não é apenas na minha rua, mas sim na praia Paraíso como um todo, que se encontra totalmente abandonada pela prefeitura de Torres – muito embora os impostos sejam pagos rigorosamente em dia (e no meu caso de forma antecipada)”.
Outro que nos encaminhou um relato indignado com a situação da Praia Paraíso foi Wilson Bráz Dias. Ele manifestou seu descontentamento com o fato de que melhorias são previstas pela Prefeitura para a orla entre os Molhes e a Praia Grande – com o anúncio da futura instalação de 9 passarelas entre estas praias – enquanto que na Praia Paraíso ainda há tanto para ser feito. “A maioria esmagadora das faixas de pedestres estão em péssimos estado de conservação, os jardins das ruas centrais estão abandonados, para dizer o mínimo! As ruas laterais então, quase intransitáveis! Mas como de praxe o IPTU, desde então, continuou sendo pago anualmente”. Para Wilson, faz décadas que o poder público promete melhorias nos balneários do sul de Torres – incluindo ai a popular Praia Paraíso – mas nada muda, e o IPTU recolhido nestas mesmas praias acaba não sendo aplicado em prol dos interesses das pessoas que lá vivem ou veraneiam.

Prefeitura se manifesta

Contatada pelo jornal A FOLHA, a secretaria de obras informou estar atenta a situação da Praia Paraíso e da necessidade de melhorias no balneário. Nos foi informado que está agendada uma reunião, para o dia 9 de março, com representantes das associações de moradores das praias do sul. “A secretaria de obras vai identificar as demandas de cada praia para acertar um cronograma de ações para esses balneários, visando melhorias pra região”.


Publicado em: Política






Veja Também





Links Patrocinados