Torres é a cidade do litoral gaúcho com maior número de salvamentos neste começo de temporada

Conforme dados do Corpo de Bombeiros, Praia da Cal (foto) é o ponto mais perigoso para banhistas neste verão até o momento. Entretanto, vale salientar que houve redução no número de salvamentos, se comparado ao ano passado.

15 de Janeiro de 2018

Desde o início da atuação de guarda-vidas no litoral gaúcho nesta temporada – em meados de dezembro do ano passado – Torres é a cidade do litoral com maior número de salvamentos.Conforme o Corpo de Bombeiros do RS. Do número total de resgates, que era de 233 até domingo (14), 67 ocorreram em Torres. Em segundo lugar aparece Imbé, com 37 salvamentos, e em terceiro Capão da Canoa, com 15.

Dentre os pontos monitorados pela Operação Verão em Torres, a Praia da Cal é a que registra, até o momento, o maior número de resgates de banhistas na temporada. Apenas na guarita 10,  que é a recordista,  já ocorreram 19 salvamentos. A Praia da Guarita, a mais famosa da cidade, é o segundo ponto mais perigoso para os banhistas.

De acordo com informação prestada ao Gaúcha ZH pelo subcomandante-geral dos Bombeiros, coronel Evaldo Rodrigues de Oliveira Júnior, a geografia do local provoca um repuxo permanente no mar. O oficial diz que os banhistas não precisam evitar o local, desde que tenham atenção.

Apesar disso, os bombeiros comemoram os indicativos da operação. Até o momento, não foram registradas mortes em pontos monitorados por guarda-vidas no Litoral Norte. Os resgates também diminuíram em 64%.

 


Publicado em: Geral






Veja Também





Links Patrocinados