Assinar do jornal impresso? Clique aqui.
Torres, RS, 26 de Abril de 2017.

VOAR EM UM BALÃO? SONHO REALIZADO!
Qui, 19 de Janeiro de 2017 22:41

 

Confira o relato da torrense Teresa Cristina após voar no balão da Trip Balonismo Aventura (foto), o maior balão para passageiros do RS 

 

Por Teresa Cristina

______________

 

Domingo mal começava em Torres, eram exatamente 5h50 de uma manhã que não acordara ainda!Ponto de encontro: rotula da Ulbra, no posto Charão. Objetivo: Voar no maior balão do Rio Grande do Sul, da Trip Balonismo Aventura. Piloto: Giovani Pompermaier, um dos mais experientes pilotos do estado e do país em atividade.

A preparação do cesto começa ainda em cima da camionete. Giovani, Ricardo, Fernando e Gabriel trabalham rapidamente; um balão comum - daqueles de festa de criança -  é inflado e largado no espaço, para saber qual a direção do vento. O vento está propicio para que o balão saia da Vila São João: Bora para o campo de futebol da Vila (local da decolagem)!

Em poucos minutos o balão começou a ganhar forma. E que Balão é aquele!São cinco mil mts cúbicos de ar, que inflam uma lona gigantesca, primeiro ligam duas ventoinhas enormes e a lona fica cheia, agora é hora de botar esta lona de pé, para isso é ligado o queimador que lança chamas, esquentado o ar e pronto. Pulamos para dentro do cesto! Companheiros de aventura; Duas turistas de São Paulo, dois do Paraguai, Eu e a arquiteta torrense Carol Cereser!

 

Um voo pra recordar

 

Os pilotos Ricardo Lima (e) e Giovani Pompermaier: pequenos dentro do maior balão do RS

 

6h30h:Partiu o voo de balão! A emoção toma conta de nós!A primeira vista é de Torres, que se descortina, sob a nevoa do amanhecer! È possível ouvir o ladrar dos cães lá embaixo, é um coro de latidos por onde passamos. Estamos á 250 metros de altura, e somos presenteados com um espetacular nascer do sol no mar. Deus existe!!  Que espetáculo! A sensação é que estamos flutuando!

Sobrevoamos a Vila São João e, abaixo de nós, o Rio Mampituba serpenteia, cortando imensas plantações de arroz. Como Torres é linda vista de cima!Para completar temos outro balão voando pertinho, de companhia. Ficamos um tempo parados, pois o vento era zero, Que sensação indescritível! Parados no espaço, flutuando e com o sol nascendo no mar!

Na BR-101, um caminhão muito grande estaciona no acostamento e o motorista desce para nos abanar e tirar fotos. Retribuímos os acenos! Ao retomar a estrada ele sai buzinando, nos saudando!Lembrei-me de todas as vezes que já acenei para os balões que vejo sobrevoando em baixa altitude! Agora sou eu que aceno aqui de cima!Que delicia!

Abaixo de nós, a equipe de resgate nos acompanha. Estamos indo ao sabor do vento,em direção de terras catarinenses! De repente fomos parar dentro das nuvens, literalmente estávamos com a cabeça nas nuvens! Que sensação! A temperatura até é mais baixa aqui, nas nuvens.

Campos de criação de gado se dividem com quadras e quadras de lavoura de arroz. Um rebanho de mais ou menos cem cabeças para e fica olhando para o balão ,tentando entender o que era aquilo;de repente estouram numa correria ,assustados! Na confusão, vimos do alto um boi atropelar um cão que guardava o rebanho. Surpresa total! O animal que atropelou voltou para conferir se o cão estava bem, e outros bois vieram se juntar á eles. De repente os bois recomeçam á caminhar e no meio deles vai o valente cão! Ufa!Talvez um pouco machucado, mas vivo!Quem disse que os bois não entendem o que se passa ao seu redor?

Quase uma hora já havia se passado (mais tempo do que os voos habituais de balão). Cada segundo a paisagem vai se transformando, e cenários vão aparecendo diante de nós!É muito difícil explicar em palavras a exuberância da natureza que se consegue ver voando em um balão: ora eram as arvores que quase tocávamos com as mãos, ora o brilho do sol no mar, ou reflexo do nosso balão no Rio Mampituba. È maravilhoso se deixar levar neste voo suave!Você sai um pouco da realidade!Parece um sonho!

Giovani começa a dar as coordenadas para a equipe de resgate que nos acompanham em terra firme: eles vão o tempo todo nos monitorando, graças á um radio que o piloto leva á bordo para troca de mensagens. Estamos no Passo de Torres em Santa Catarina e ali termina o nosso voo uma hora e vinte minutos, um dos voos mais longos já executados pela Trip Balonismo Aventura.

O pouso foi maravilhoso, tranquilo e muito suave! Saímos do cesto agradecendo a competente equipe da Trip pela experiência única. E fica uma dica: se um dia você quiser ter uma experiência inesquecível, VOE DE BALÃO!

 

 

DEVER CUMPRIDO: Pessoal que participou do voo e parte da equipe de resgate

 

Sobre a TRIP BALONISMO AVENTURA

 

Em 2016, os pilotos e empresários Ricardo Lima (da Airsul Balonismo) e Giovani Pompermaier (da Revoada Balonismo) se uniram para criar a Trip Balonismo Aventura, projeto voltado principalmente para atender os turistas que visitam a Torres e desejam conhecer a singular experiência de voar de balão . A Trip apresenta alguns diferenciais como balão de passageiro, translado dentro e fora da cidade, informações turísticas e técnicas durante o voo, comunicação em espanhol para os turistas do Cone Sul entre outros benefícios para seus passageiros - como fotos e vídeos de recordação de cada voo. E  tudo pode ser parcelado em até 12x no cartão.

Conforme Ricardo Lima, A Trip é hoje é a maior empresa especializada em voos de balão do RS: Já são 5 aeronaves. E vale destaque o último balão adquirido pela empresa: com capacidade para 9 pessoas, é o maior do RS. Para contatar a Trip pode ser via site www.tripbalonismo.com.br, e ou via e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. queria ligar o telefone é 51-984255374 com Ricardo Lima.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner